Jacó e Esaú fazem as pazes

Olá educadoras! Para este domingo estaremos ensinando as crianças que Deus se agrada da união.
Vamos contar que depois de passar por tantas lutas, Jacó, enfim, estava abençoado. Ele teve doze filhos, tinha muitos rebanhos de cabras, bodes, ovelhas, carneiros, vacas, jumentos e muitos empregados, pois era um homem muito rico. Mas faltava algo para que Jacó fosse completamente feliz. Ele queria reencontrar seu irmão, voltar para a sua cidade.
Então, Jacó decidiu ir embora, porém Labão não queria deixá-lo ir. Mas Deus falou ao coração dele e Labão mudou de ideia. Jacó partiu daquela cidade levando tudo o que tinha, seus rebanhos, servos, filhos e esposas.
Jacó tinha medo de que Esaú fizesse alguma maldade com ele e com sua família, por isso, para fazer as pazes com o irmão, separou alguns animais e mandou que alguns de seus servos os entregassem a ele e o avisassem que ele estava indo encontrá-lo. Os empregados fizeram conforme Jacó havia dito, e informaram para ele que Esaú e quatrocentos homens estavam indo ao seu encontro.
De madrugada, enquanto todos dormiam, Jacó lutou com Deus até o amanhecer, então Deus disse para ele: “Já não te chamarás Jacó, e sim Israel, pois como príncipe lutaste com Deus e com os homens e venceste”. Que grande bênção! Deus trocou o nome de Jacó e o abençoou.
De manhã, Jacó dividiu os animais e os empregados em dois grupos, e disse que cada grupo fosse para um lado. Jacó mandou que as mulheres e filhos ficassem atrás dos empregados para protegê-los. De repente, Jacó olhou e viu Esaú vindo bem distante. E aconteceu o que ele não esperava, Esaú correu e deu um forte abraço no irmão, o beijou e depois os dois começaram a chorar. Os irmãos fizeram as pazes! Jacó apresentou os filhos e esposas para Esaú, pediu-lhe perdão e implorou que aceitasse os presentes. Jacó continuou a viagem, reencontrou o pai e passou a ser chamado de Israel. Seus filhos formaram as doze tribos de Israel.
Jacó tinha tudo, porém faltava o perdão de seu irmão. Ele não aceitou continuar vivendo na desunião, pelo contrário, foi até Esaú e fez as pazes com ele.

“… e que não haja entre vós divisões; antes, sejais inteiramente unidos…”. Deus se entristece com a desunião, com confusões e brigas entre os familiares. Ele deseja que vivamos em amor, união e respeito. Por isso, vamos ensinar as crianças que não podem ficar de mal com nenhum amiguinho, perdoe-o e ore por ele, pois assim Jesus ficará muito feliz com a sua atitude.

O que você achou?

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>